Idosos com osteoartrite de joelho obesos e não obesos

Durante o processo de envelhecimento, ocorrem perdas funcionais que se acentuam devido à falta de atividade do sistema neuromuscular e à redução da força muscular e do condicionamento físico. Além da redução da funcionalidade, o idoso perde de maneira mais acentuada a capacidade de reter água e de produzir proteoglicanos, o que causa alterações degenerativas articulares, como a osteoartrite (OA). Um dos fatores de risco para a OA é a obesidade. Além de ser um fator de risco para a OA, a associação entre OA e obesidade pode aumentar a intensidade da dor e das limitações funcionais, devido a uma maior descarga de peso na articulação acometida, com estreitamento do espaço intra‐articular, que pode aumentar a dor articular, rigidez e atrofia muscular. Numa recente metanálise que avaliou o risco para o inicio da OA, reportam que pessoas obesas têm três vezes mais risco de desenvolver OA em relação a indivíduos sem sobrepeso.

O peso excessivo aumenta tanto a pressão quanto a força sobre a articulação, ativa mecanismos de degradação da cartilagem articular, esclerose do osso subcondral e formação de osteófitos e leva ao agravamento da AO. Esses fatores podem influenciar negativamente na qualidade de vida (QV) de idosos obesos acometidos pela doença. A OA por si só ou em conjunto com a obesidade está associada a um maior risco de morbimortalidade e pode reduzir a QV do idoso. Um atributo essencial na saúde do idoso é a sua capacidade funcional, um componente chave para avaliação global da saúde. Além de ser fator de risco para a AO, a obesidade pode agravar sintomas e aumentar o declínio funcional de idosos com OA. Compreender fatores que interferem na capacidade funcional e QV de idosos com AO pode contribuir na formulação de estratégias de prevenção e tratamento. Diante disso, este estudo teve como objetivo comparar a capacidade funcional e a QV de idosos com OA de joelho, obesos e não obesos.

Leia o artigo completo: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0482500415001035

Referência:

Mansueto Gomes-Neto, Anderson Delano Araujo, Isabel Dayanne Almeida Junqueira, Diego Oliveira, Alécio Brasileiro, Fabio Luciano Arcanjo

Comparative study of functional capacity and quality of life among obese and non-obese elderly people with knee osteoarthritis

Revista Brasileira de Reumatologia (English Edition), Volume 56, Issue 2, March–April 2016, Pages 126-130